Sistemas    Serviços   Etiquetas    Clientes    downloads   Canal   Links    Empresa    Contato
     
   
.Net


.NET é lento?

Participantes: Fabio Camara, Mauro SantAnna, Rodolpho Sá, Fabio Gouw, Luiz Thadeu, Cleiton Sacramento, Sérgio Iwasaki, Daniel Gilbertoni, Bruno Frigeri, Miguel Luiz, Bruno Morozini, Daniel Chinen, Douglas Zancheta e João Scarano.

Assuntos Abordados

Discussão: .NET é lento?

Conclusões:

  • Cuidado com a comparação, como por exemplo com o Clipper;
  • Quando em necessidade de dividir o processamento devemos utilizar o banco de dados com stored procedures;
  • É gritante a diferença entre providers oledb e sqldb;
  • Nada é mais rápido que um ISAM mono-usuário;
  • Os bancos de dados SGBD são usados por questões de segurança e integridade, e não por performance – Clipper / DBF é mais rápido;
  • É mais rápido que o Java;
  • É praticamente igual ao Delphi e Visual Basic 6.0;
  • Tem questões de memória e questões de arquitetura que influem;
  • Em situação de pouca memória (32 mb ou 64 mb) o .NET será mais lento.

Discussão: Escrever código em .NET é mais demorado?

Conclusões:

  • Para Winforms os componentes é que fazem a diferença;
  • Incondicionalmente não, pode ser uma sensação causada pelo aprendizado de uma nova linguagem, bibliotecas e ferramentas;
  • O Framework e o modelo de programação fazem diferença.

Discussão: É improdutivo desenvolver com arquitetura 4 camadas?

Conclusões:

  • O Data Access Framework não atende completamente (50% em média);
  • Existem questões muito específicas de READ e WRITE para componentes de acesso a dados;
  • Colocar tudo na camada de apresentação é mais rápido de desenvolver mesmo, contudo:
  • A manutenção será horrível;
  • Não permite reusabilidade;
  • Isolar em camadas é uma pratica recomendada até academicamente.
  • Para questões conceituais sobre usar ou não usar stored procedures não existem respostas genéricas;
  • O esquema do Data Access Framework é extremamente acadêmico, a diferença é a questão de Value Types (diferença entre diagrama de classe versus dataset tipado);
  • O READ deve ser usado basicamente para grids e relatórios.
 
 
 
::Todos direitos reservados - 2004 - www.wizsistemas.com.br / design by MallonDesign::